25/04/2017

ROSINALDO LIMA

140 soldados afegãos foram mortos em um massacre brutal em uma base militar afegã


Na sexta-feira, pelo menos 140 soldados afegãos foram mortos em um massacre brutal em uma base militar afegã, quando militantes talibãs disfarçados em uniformes militares realizaram o ataque terrorista mais mortal que a nação do Oriente Médio viu em 16 anos.Na esteira do ataque à base de 209 Exército de Shaheen, o ministro da Defesa do Afeganistão e chefe do exército renunciou na segunda-feira.
O ministro da Defesa, General Abdullah Habibi, e o general Qadam Sha Shahim deixaram suas posições com "efeito imediato" pelo que Habibi disse estar no "interesse nacional" do Afeganistão.
"O Afeganistão enfrenta uma guerra complicada e ninguém conseguiu derrotar o terrorismo ainda", disse Habibi, citado pela Bloomberg  Politics.
O ataque de sexta-feira foi executado por dez militantes talibãs que estavam vestidos como soldados carregando companheiros feridos. Enquanto alguns corriam em torno da base que atirava para baixo vítimas inocentes, outros detonaram explosivos contra as tropas que estavam desarmados como eles estavam saindo sexta-feira serviços de oração. De acordo com o New York Times, o massacre durou cinco horas. 
fonte; http://americanmilitarynews.com/2017/04/taliban-attack-military

Por jornal 21 brasil