11/04/2017

ROSINALDO LIMA

Tillerson: O regime de Assad "está chegando a um fim" - adverte a Rússia a escolher um lado


Na terça-feira, o secretário de Estado Rex Tillerson participou do encontro dos ministros dos Negócios Estrangeiros do G7 no Palazzo Ducale, em Lucca, Itália, e anunciou que o governo do presidente sírio, Bashar al-Assad, está "chegando ao fim". Tillerson disse que é essencial para a Rússia, que "realmente alinhou-se com o regime de Assad, os iranianos eo Hezbollah", para escolher um lado quando se tratava da Síria.
"Está claro para todos nós que o reinado da família Assad está chegando ao fim", disse o Secretário de Estado. "Mas a questão de como isso termina ea transição em si poderia ser muito importante em nossa visão para a durabilidade, a estabilidade dentro de uma Síria unificada".
"Não vemos mais papel para o regime de Assad a longo prazo dado que eles deram sua legitimidade com esses tipos de ataques", acrescentou.
Tillerson continuou dizendo que a Rússia poderia desempenhar um papel na reconstrução do futuro da Síria, ou poderia manter sua aliança com o atual regime, o que não seria benéfico para os interesses russos. Ele também criticou a Rússia, dizendo que "realmente se alinhou com o regime de Assad, os iranianos eo Hezbollah".
"Queremos criar um futuro para a Síria estável e seguro", disse Tillerson. "E assim a Rússia pode ser uma parte desse futuro e desempenhar um papel importante, ou a Rússia pode manter sua aliança com este grupo, que acreditamos que não vai servir o interesse da Rússia a longo prazo".
Tillerson acrescentou que os russos não pareciam "tão bons" depois do ataque de gás mortal da Síria na semana passada por causa de seus esforços para ajudar o país a obter armas químicas em 2013.
"Estoques e uso contínuo demonstram que a Rússia falhou em sua responsabilidade de cumprir seu compromisso de 2013", disse Tillerson. "Não está claro se a Rússia não tomou esta obrigação seriamente ou a Rússia foi incompetente, mas esta distinção não importa muito para os mortos".
O ultimato de Tillerson para a Rússia ocorreu apenas algumas horas antes de sua chegada a Moscou para se reunir com os líderes russos, o primeiro membro do governo Trump a fazê-lo. fonte; http://americanmilitarynews.com/
RADIO VIVA VIDA                                                             
                                                                 doe qualquer valor para manter o site
                                                                 
                                                                    conta; caixa poupança;
                                                                    agen; 0806
                                                                    ope; 013
                                                                    conta; 00074856-4


só com sua ajuda podemos manter as noticias chegarem em sua casa, em tempo real, nosso muito OBRIGADO.

Por jornal 21 brasil