24/05/2017

APOSTOLO ROSINALDO

CM Militar se nega apoiar Golpe pedido por Temer deve haver Intervenção

Em nota divulgada nesta noite, o comandante do Exército, general Villas Boas, deixou claro que Michel Temer, investigado por diversos crimes, não tem apoio da tropa para levar adiante qualquer aventura golpista; "O Centro de Comunicação Social do Exército informa que na tarde de hoje (19 de maio), convocados pelo Sr. Ministro da Defesa, os três Comandantes de Força compareceram a uma audiência com o Sr. Presidente da República, em que foi discutida a conjuntura atual.No encontro, foi destacada a estrita observância das Forças Armadas aos ditames constitucionais. O General Villas Boas, Comandante do Exército, reafirma que a atuação da Força Terrestre tem por base os pilares da estabilidade, legalidade e legitimidade", diz o texto
Depois que Temer sair, Carmem Lúcia assumirá por 30 dias e haverá eleições pelo CN, como determina a CF. O Movimento "Diretas Já", no fim da Ditamole, para eleger o primeiro presidente em 20 anos de presidentes militares, teve a duração de mais de 1 ano, com o apoio de 100% da população, mesmo assim não obteve sucesso, a eleição seguinte foi indireta.Você acha que haverá eleição direta rápida hoje, com a sociedade dividida e polarizada como está? Claro que não, a eleição de 2018 chegará antes do que a votação de uma PEC neste sentido! O melhor a fazer neste momento é pressionar o Congresso para que eleja um/uma presidente que não seja ladra/ão, que não seja pelo menos muito repelido/a pela esquerda nem pela direita. fonte; http://up.clickdasnoticias.com


Por jornal 21 brasil