07/06/2017

APOSTOLO ROSINALDO

você sabe porque Henrique Alves foi presso? click e veja


A prisão do ex-ministro do Turismo Henrique Eduardo Alves nesta terça-feira (6) foi baseada no suposto risco, apontado pelo Ministério Público Federal (MPF), de que o político ocultasse ou destruísse provas, ou movimentasse contas bancárias investigadas na operação Sépsis – um dos desdobramentos da Lava Jato. O argumento do MP foi acatado pelo juiz da 10ª Vara Federal Vallisney de Souza Oliveira.
"Em liberdade como está até agora, Henrique Alves pode livremente movimentar as contas, colocar em nome de laranjas, apagar ou tentar apagar o produto do que se diz ser crime, usar os valores para fins diversos, em prejuízo do processo penal a que responde ou outras investigações que eventualmente venham a ocorrer", diz a sentença.
Os mandados de prisão foram cumpridos na manhã desta terça pelo MPF e pela PF, em operação para apurar irregularidades nas vices-presidências de Fundos e Loterias e de Pessoas Jurídicas da Caixa Econômica Federal.
Além de Henrique Eduardo Alves, a decisão atinge o ex-deputado Eduardo Cunha, o consultor André Luiz de Souza, o banqueiro José Augusto Ferreira dos Santos e o gerente nacional de Fundos Imobiliários da Caixa Econômica, Vitor Hugo dos Santos Pinto. Até as 18h desta terça, apenas André Luiz seguia foragido. g1.com

veja também; 

animais passeiam livremente em praças do município "são tomé"

O advogado Marcelo Leal, que defende Henrique Alves, disse à TV Globo que deve apresentar o pedido de soltura do político ainda nesta terça.
Ex-ministro Henrique Eduardo Alves, do PMDB, é preso pela PF em Natal
veja também; 

 (VIDE-O) Sérgio Moro e advogado de Lula discutem durante depoimento de Pedro Corrêa na Lava Jato

mais informações.........

Por jornal 21 brasil