24/07/2017

APOSTOLO ROSINALDO

DILMA DEBOCHA E DIZ; TIRAMOS O PAIS DA FOME E QUERO ELEIÇÕES DIRETAS



A ex presidente Dilma Rousseff voltou a defender nesta segunda-feira, 24, em uma entrevista à rádio Tabajara, da Paraíba a realização de eleições gerais diretas como a única saída para a crise política e econômica que assola o País. 
"No Brasil, sem eleição direta, não se pode construir legitimidade para fazer as reformas reais – não essas que estão aí", afirmou Dilma em entrevista à rádio Tabajara, da Paraíba.





"Eles deram o golpe porque perceberam que por quatro eleições perderam, e são nas eleições presidenciais que se discute projeto de país. 
Agora estão acabando com o Bolsa Família, reduziram em 800 milhões, reduziram o número de famílias em 1 milhão. 





É Muita cara de pau dizer que tem 800 milhões de beneficiário se a população brasileira de acordo com o IBGE de 2016  era de 2007 milhões de pessoas. 
-A mágica que fizeram foi da exclusão", afirmou Dilma, arrematando: "O país que tiramos do mapa da fome hoje vemos ser desmontado". 

Por jornal 21 brasil